Governo decide alargar a política

de isenção de visto

Resultado de imagem para ministro da Presidência do Conselho de ministro e dos Assuntos Parlamentares, Afonso Varela,

São-Tomé, 24 de Mar (STP-Pres) -O ministro da Presidência do Conselho de ministro e dos Assuntos Parlamentares, Afonso Varela, anunciou, esta quinta-feira, que  o governo são-tomense decidiu estender a política de isenção de visto de entrada no país, para alguns países de Europa, África e Ásia, visando alavancar o turismo e o investimento, no país, soube-se, em São Tomé.  
 
Segundo o ministro, o decreto que sustenta a decisão "ainda não foi aprovado", mas, no último conselho de ministros, já foi acertada a decisão de isenção, para os micro-estados europeu, nomeadamente "o Vaticano, Liechtenstein, Mónaco e três outros países que não são da UE-Islândia, Noruega e a Suiça". 
 
No que concerne a Áfria constam-se o Gabão e Ruanda, este último com isenção recíproca de visto, no quadro de um acordo internacional assinado recentemente entre os dois Estados e do lado asiático abrangem-se os japoneses, os sul coreanos, os russos "também os Emiratos árabes Unisos, Kuwaite, Qatar e a Turquia".
 
Uma bertura que o minsitro assegura, justificando que passa pela proximidade do país com o mundo, augurando o crescimento turístico, circunscrito na agenda de transformação do país.
 
Fim/AD

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::