Sociedade

Trovoada diz que Pinto cometeu “erro

político” a não votar

 

São-Tomé, 8 Ags ( STP-Press ) – O primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada considera ter sido “um erro político  e  ético” o presidente da República em exercício, Manuel Pinto da Costa não ter votado para a segunda volta das eleições presidenciais de domingo em São-Tomé e Príncipe.

“Acho que foi um erro político, um erro ético”- disse Patrice Trovoada em resposta a imprensa sobre a atitude do ainda Presidente Manuel Pinto da Costa que decidiu não votar nas presidências domingo, depois da sua desistência como candidato.

“ Falta de lealdade para com as instituições que juramos defender” acrescentou o primeiro-ministro que lamentou o comportamento de Manuel Pinto da Costa que entrega poder presidencial no dia 03 de Setembro ao novo Presidente Republica eleito, Evaristo Carvalho.

 Estas declarações de Patrice Trovoada foram proferidas numa conferência de imprensa em que anunciou a existência de condições propícias para um trabalho conjunto entre o seu governo e o novo presidente eleito, Evaristo de Carvalho, que foi apoiado por seu partido ADI no poder.

As declarações do primeiro-ministro surgiram poucas horas depois do presidente eleito, Evaristo de Carlhavo ter também 
anunciado "um novo periodo de muito trabalho" em sintonia com o governo e outros orgãos da republica no sentido de se alcançar o desenvolvimento sustentavel de São Tomé e Príncipe.
  
Fim/RN

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::