Sociedade

São-Tomé e Príncipe e Gabão fazem patrulha conjunta do mar

São-Tomé, 02 Ags ( STP-Press ) – São-Tomé e Príncipe e Gabão iniciaram esta segunda-feira uma patrulha conjunta de fiscalização as actividades piscatórias na Zona Económica Exclusiva, ZEE, do arquipélago– Soube hoje em, São-Tomé.

O acto de oficialização desta missão conjunta contou com a presença do ministro são-tomense da Defesa e do Mar, Carlos Stock, ministro da Economia e Cooperação Internacional, Agostinho Fernandes, e responsáveis superiores das forças gaboneses e de São-Tomé e Príncipe.

Com duração de 20 dias a patrulha militar conjunta enquadra-se num acordo da gestão comum de recursos haliêuticos estabelecido em 2015 entre os dois Estados no âmbito de cooperação bilateral.

Na sua intervenção o ministro Agostinho Fernandes defendeu a necessidade de um maior controlo e fiscalização, tendo em conta as variedades de recursos existentes nas águas marítimas da zona económica exclusiva de São Tomé e Príncipe.

“ Um mar que sem dúvidas alberga importantes recursos que estão a ser explorados por terceiros” disse o ministro Fernandes para depois acrescentar que “ os que exploram actualmente os nossos recursos têm maior capacidade do que as nossas”.

Numa extensão de 200 milhas marítimas das linhas de base a partir das quais se mede a largura do mar territorial, a zona económica exclusiva são-tomense dispõe de um potencial em recursos vivos com destaque para peixes e não vivos com realce para hidrocarbonetos.

Fim R/N

 

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::