Sociedade

Governo declara que a decisão do tribunal deve

ser respeitada por todos

São-Tomé, 28 Jul ( STP-Press ), O governo são-tomense declarou que a decisão do Tribunal "deve ser respeitada por todos, inclusive o Presidente da República em exercício e o Governo", para depois sublinhar que certos setores da sociedade "infelizmente padecem de défice democrático", mas que o que "a democracia não corre quaisquer riscos em São Tomé e Príncipe".
 

Esta declaração vem expressa num comunicado em que o governo de Patrice Trovoada acusou os candidatos às eleições presidenciais Manuel Pinto da Costa e Maria das Neves de "tentar manchar o país, o seu sistema eleitoral e o seu regime democrático".

De acordo com o comunicado do governo, "numa sociedade onde todos os poderes são controlados e sujeitos aos mandamentos da lei, todos os conflitos devem, em última instancia, ser dirimidos pelos tribunais".
 

O Governo aconselha que todas as "autoridades investidas dos poderes de manutenção da ordem e da segurança farão sempre o necessário para que as leis sejam cumpridas e prevaleçam sobre todas as veleidades e aventuras".
 
"Não serão tolerados atos de perturbação da ordem pública e dos direitos de expressão politica no decorrer da campanha eleitoral (...) os atores materiais e morais de desacatos serão chamados a responsabilidade e pagarão pelos seus atos", lê-se no comunicado.

" Nenhum candidato tem o direito de agir unilateralmente para satisfazer o seu ego e lançar uma tão grande afronta sobre a nação inteira, o seu bom nome e a sua imagem internacional", acrescenta o documento do governo.

No comunicado, o executivo apela aos cidadãos para que se mantenham "calmos e serenos", sublinhando que "tudo será feito no respeito pelas regras democráticas no país e sob vigilância da comunidade internacional".

Fim/RN

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::