Política

Pinto da Costa condiciona a sua participação na 2ª volta das presidenciais

São-Tomé, 25, Jul ( STP-Press) - O candidato as presidenciais são-tomenses Manuel Pinto da Costa voltou a condicionar a sua participação na 2ª volta das eleições, tendo considerando que “participar num processo eleitoral tão viciado seria caucioná-lo”.

Em declaração lida hoje no Morro da Trindade, Pinto da Costa voltou a exigir a destituição da Comissão Eleitoral Nacional, CEN, tendo argumentado que com a actual estrutura, as novas eleições “não serão livres nem transparentes e muito menos justas”.

“Assim sendo, continuar a participar num processo eleitoral tão viciado seria caucioná-lo”, acrescentou Pinto da Costa, sublinhando: “Não o faço como candidato e muito menos como Presidente da República”.

O presidente exortou também o Ministério Público a tomar uma posição face aos acontecimentos, tendo dito que “perante tantas ocorrências e comportamentos ilícitos, não pode continuar impávido e sereno como se nada se passasse”.

Pinto da Costa que diz  estar “ciente da necessidade de interlocutores mais compatíveis nos lugares cimeiros das instâncias do poder político”, concluiu que “não participará na segunda volta das eleições”.

O Tribunal Constitucional de São Tomé e Príncipe anunciou que os candidatos, nomeadamente, Manuel Pinto da Costa e Evaristo Carvalho foram admitidos provisoriamente a um segundo sufrágio, como os mais votados nas eleições de domingo em São-Tomé e Príncipe.

Fim/RN

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::