Senegal pede apoio de São Tomé e Príncipe para presidir União Africana

São-Tomé, 18 Jan (STP-Press) -Senegal pediu, esta terça-feira, a São Tomé e Príncipe o apoio à sua candidatura à presidência da comissão da União Africana ,UA, que decorrerá neste final de Janeiro, soube-se, no país.

O pedido foi manifestado e tornado público, na capital são-tomense, São Tomé, durante um encontro entre o enviado especial do presidente senegalês, Mary Niame, e o presidente da República, Evaristo Carvalho, no qual, a parte senegalesa manifestou o interesse no voto são-tomense, para apoiar o candidato do seu país,  Abdoulaye Bathily, à testa da União Africana.

Segundo o emissário senegalês, este encontro permitiu explicar  ao Chefe de Estado são-tomense "o objectivo do Senagal e o perfil do candidato, tendo em conta que estas eleições serão disputadas por mais de três candidatos, nomeadamente Pelonomi Venson-Moitoi de Botswana, Agapito Mba Mokuy de Guiné Equatorial, Fowsiyo Yusuf Haji Adan de Somália, Amina Mohammed de Quénia e outros.

UA é a organização que sucedeu a Organização da Unidade Africana, basea-se no modelo da União Europeia, mas actualmente com actuação mais próxima a da Comunidade das Nações, ajuda na promoção da democracia, direitos humanos e desenvolvimento económico em África, especialmente no aumento dos investimentos estrangeiros por meio do programa Nova Parceria para o Desenvolvimento da África, tendo como objectivos a unidade e a solidariedade africana, defende a eliminação do colonialismo, a soberania dos Estados africanos e a integração económica, além da cooperação política e cultural no continente.

Fim/AD

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::