Habitantes de São-Tomé e Príncipe satisfeitos com a redução do paludismo

Texto: Ricardo Neto  *****   Foto: Cristiano Dondo

São-Tomé, 30 Dez ( STP-Press) -  Muitos habitantes de São-Tomé e Príncipe manifestam satisfação face a redução de casos de Paludismo no arquipélago, em opiniões recolhidas hoje pela Agência STP-Press, que auscultou alguns populares  em pleno no centro da capital são-tomense.

“Estou muito satisfeito com a redução do paludismo nos últimos anos no País” – disse Delfim Gaspar, tendo sublinhado “ Há mais de sete anos que não sofro qualquer problema do Paludismo. Nem eu nem a minha família”.

“O paludismo era um bicho-de-sete-cabeças na minha família … mas agora estamos a sentir que ele já está a acabar” – disse Chica para depois acrescentar que “ temos de continuar com a pulverização das casas para acabar de vez com esta doença”.

“Leve-leve (aos poucos) o paludismo está mesmo ao chegar ao fim aqui no nosso País … já não se vê muitas gente com esta doença” – Disse Deu Cria, tendo alertado as autoridades sanitárias do País para “continuarem com luta contra essa a doença”.

Para Dona Virgínia “a redução de casos de paludismo é uma dádiva de Deus que está a abençoar o povo são-tomense desta maldita doença que felizmente já está a nos deixar na paz de Cristo”. Uma visão quase partilhada por Rui Carvalho.

Esta onda de satisfação popular surge 48 horas depois do anúncio feito o Coordenador Nacional de Luta Contra Paludismo, Hamilton Nascimento, dando conta da “redução bastante considerável” do paludismo e sem qualquer registo de óbito nos últimos anos.

Fim/RN

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::