Empresa da Guiné Equatorial vai produzir gás de petróleo em São Tomé e Príncipe

São-Tomé, 23 Dez ( STP-Press )  – A empresa da Guiné-Equatorial, Sonagás iniciou a construção de instalação na Ilha de São-Tomé para a produzir  gás de petróleo liquefeito, GPL, com vista a abastecer o mercado são-tomense – anunciou quinta-feira o responsável da empresa, Daniel Gomes Lopez.

 O representante da Sociedade Nacional de Gás da Guiné Equatorial, Sonagás, Daniel Lopez disse trata-se de “um projecto equato-guineense trazido a São-Tomé e Príncipe sob a orientação das autoridades governamentais dos dois Países” no âmbito da cooperação bilateral.

Lopez anunciou que quatro esferas (tanques) já se encontram em Neves, norte de São-Tomé, para instalação do armazenamento para produção do GLP, a resultar da mistura de gases de hidrocarbonetos utilizado como combustível de aquecimento em fogões e em determinados veículos.

Prevendo a conclusão do armazém dentro de 12 meses, o representante da Sonagás disse que a produção do gás liquefeito de petróleo, GLP, na ilha de São-Tomé visa também “ a protecção do meio ambiente” bem como “fácil acessível” do produto aos habitantes do arquipélago.

Além ser uma mistura dos gases propano e butano, Daniel Lopez disse o gás liquefeito de petróleo, GLP é um dos sub-produtos do petróleo como a gasolina, diesel e os óleos lubrificantes.

Esse projecto de produção de gás a ser executado pela Sonagás, empresa fundada em 2005 pelo governo equatoguineese, surge um mês depois de São-Tomé e Príncipe e a Guiné-Equatorial terem retomado conversações visando a exploração conjunta de petróleo num bloco  de fronteira comum.

Fim/RN

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::