Nações Unidas debatem em São-Tomé

a segurança em África

Texto : Ricardo Neto    ****   Foto: Lourenço da Silva

São-Tomé, 28 Nov. ( STP-Press) - Nações Unidas iniciaram esta manhã na capital são-tomense a 43ª reunião ministerial do comité consultivo permanente da ONU encarregue das questões de segurança na África central, ( UNSAC) , com a sessão de discussão técnica entre 21 delegações oriundas de onze Países da região e várias organizações internacionais, sendo São-Tomé e Príncipe, o País anfitrião – Soube-se hoje em São-Tomé.

A sessão técnica que antecede a reunião ministerial abriu esta manhã num dos hotéis da capital de São-Tomé em cerimónia presidida pelo representante do ministro dos Negócios Estrangeiro de São-Tomé e Príncipe, Carlos Gustavo, na presença de técnicos e peritos em matéria de segurança e paz na região de Africa Central.

Carlos Gustavo assegurou que os peritos vão debater a questão da pirataria marítima nesta zona do Golfo da Guiné, o terrorismo na região, a situação do Boko Haram, a proliferação de armas ilegais, fenómeno de branqueamento, o tráfego de droga, crime organizado, violência eleitoral, direito do homem, bem como a situação geopolítica de cada Estado membro.

 “São-Tomé e Príncipe está engajado na medida do seu recurso a tudo fazer para que uma solução sustentada seja encontra para a consolidação da paz e segurança na região”  - disse no acto de  abertura o representante do ministro são-tomense dos Negócios Estrangeiro de São-Tomé e Príncipe, Carlos Gustavo.

 Além dos técnicos de São-Tomé e Príncipe, participam no evento, peritos de Angola, Burundi, Camarões, República Centro Africana, Congo, RD Congo, Gabão, Guiné-Equatorial, Ruanda, Tchad e várias organizações ligadas a questão de segurança e paz na região.



Iniciados na manhã de hoje, os trabalhos técnicos só terminam na quinta-feira dia em que se abrirá a sessão ministerial afecta ao comité consultivo permanente das Nações Unidas para a questão da segurança e paz na região.

Comité Consultivo Permanente das Nações Unidas sobre questões de segurança na África Central, (UNSAC), existente desde maio de 2011, em que os seus membros reúnem-se a nível ministerial, duas vezes por ano para analisar a situação geopolítica e segurança na sub-região, também discutem questões relacionadas com a implementação de programas de desarmamento, controle de armas e não proliferação.

A 42ª Reunião Ministerial do Comité Consultivo Permanente das Nações Unidas realizou-se em Junho deste ano, em Bangui, capital da República Centro Africana, onde foram analisados vários assuntos, como a pirataria e segurança marítima, promoção e desarmamento e programas de limitação de armamentos na África Central, a luta contra o terrorismo e não proliferação de armas em África Central, entre outros.

Fim/RN

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::