Presidente Evaristo Carvalho lamenta

morte de Fidel Castro

http://avozdesaotome.st/

São-Tomé, 27 Nov. ( STP-Press) - O presidente de São-Tomé e Príncipe, Evaristo Carvalho, lamentou com "profunda dor e tristeza o desaparecimento físico" do ex-Presidente cubano, Fidel Castro, tendo considerado "triste acontecimento" a morte do líder da revolução cubana.

Para Chefe de Estado são-tomense, Fidel Castro deixa "um legado histórico a todo o mundo", tendo expressado “publicamente a toda a família de Fidel Castro, ao povo e ao governo cubano as suas mais sentidas condolências".

Evaristo Carvalho "curva-se juntamente com todo o povo São Tomé e Príncipe pela perda do comandante da revolução cubana" .

Quem também lamentou a morte de Fidel Castro foi o Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe - Partido Social Democrata (MLSTP-PSD), principal partido da oposição, que manifestou "sentimento de profunda tristeza" pela morte de Fidel Castro e endereçou ao governo de Cuba "votos de pesar e de solidariedade".

Considerado um dos principais parceiros da cooperação com São-Tomé e Príncipe, muitos quadros são-tomenses formaram em Cuba, que dispõe, atualmente, de uma missão médica cubana que presta serviço de saúde em várias especialidades no território são-tomense.

Fidel Castro morreu na noite de sexta-feira, 25 de novembro, aos 90 anos.

Fim/ RN

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::