Crioulo da ilha do Príncipe em obra, para

ser preservado

São-Tomé, 05 Out ( STP-Press ) -O casal de autores Nicolau Lavres e Graça Lavres, lançaram, esta terça-feira na capital são-tomense, a sua primeira obra em crioulo Lunguié , intitulada "VIKA XINA LUNG'IE", visando fomentar a utilização e preservação desta língua, soube-se, no país.

 "VIKA XINA LUNG'IE" que traduzido para Língua Portuguesa significa "Vem  aprender o Lunguié", os autores Lavres asseguraram que a obra de "difícil edição" surge como um complemento para que a nova geração faça crescer o Lunguié da ilha do Príncipe, tendo adiantado que "as pessoas têm dificuldades na utilização do crioulo".



No  acto do lançamento da primeira edição da obra patrocinado pelo Banco Internacional de São Tomé e Príncipe, BISTP, os autores instaram aos presentes e a todos os interessados a adquirirem o livro, tendo enaltecido a sua importância na divulgação da riqueza cultural da ilha. 

A obra está composta por palavras soltas, frases e diálogos, subsídios que, de acordo com os autores, foram colhidos através dos falantes da ilha.

Este crioulo do Golfo da Guiné, segundo os linguistas, é língua natural, de formação rápida, criada pela necessidade de expressão e comunicação plena entre indivíduos inseridos em comunidades multilingues relativamente estáveis.

Fim/AD 

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::